Melhoria na eficácia de formulações fungicidas 

Os adjuvantes têm um papel essencial no aumento da eficácia biológica de agroquímicos. O seu papel na formulação de herbicidas é relativamente fácil de entender já que eles devem sempre penetrar nas ervas daninhas para ter efeito. Fatores físico-químicos (como adesão da pulverização, retenção, umectação e espalhabilidade) e sistêmicos (como penetração do ingrediente ativo) determinam a eficácia de um herbicida. 

Entretanto, a situação dos fungicidas é mais complicada. O fungicida pode ser ativo contra os esporos de fungos na superfície da folha, assim como dentro de suas células. Além disso, em muitos casos seu efeito nos esporos de fungos tem grande importância. Usar um adjuvante traz outro fator na interação entre os fungos, fungicida e planta hospedeira. A escolha de um adjuvante pode melhorar a penetração e o transporte da solução fungicida na pulverização na parede celular do fungo. É essa interação fungicida-adjuvante que seleciona um adjuvante específico para um determinado fungicida e doença causada por fungo. Desenvolvemos uma gama de produtos especificamente para lidar com o problema de formulações fungicidas. Nossos adjuvantes balanceiam os dois fatores decisivos de estabilidade de formulação e eficácia fungicida.