Os solos podem ser naturalmente hidrofóbicos; essa característica aumenta quando o solo é deixado para secar por um tempo prolongado ou se possui um alto teor orgânico. A hidrofobicidade do solo pode levar ao acúmulo de água e ao escoamento na superfície, o que interfere diretamente no crescimento das plantas através da restrição da penetração  da água e do fornecimento de nutrientes para a raiz das plantas, no caso de grama e culturas de campo. A qualidade do solo e suas propriedades fisioquímicas podem afetar diretamente a penetração e a percolagem da água.

Tratamentos agroquímicos, especialmente herbicidas pré-emergentes, são frequentemente aplicados diretamente ao solo, um substrato hidrofóbico e que não interage favoravelmente com a água. A natureza hidrofóbica do solo pode limitar a penetração de aplicações baseadas em irrigação. As consequências dessa interação desfavorável podem levar ao escoamento superficial e à redução da percolagem e distribuição de água no solo.

A falta de penetração no solo é causada pela tensão superficial da gotícula. Quebrar a tensão superficial permite que a gota se quebre e espalhe sobre a superfície. Os surfactantes são uma das melhores maneiras de reduzir essa tensão superficial e, portanto, podem ser aplicados em formulações ou em tanque para melhorar a penetração de tratamentos agroquímicos no solo, para controlar doenças como nematoides e fungos.

Hydravance 200 é nosso novo adjuvante de solo. Melhora a penetração e auxilia no alcance de uma distribuição uniforme em todo o solo. Suas principais características e benefícios incluem: